Início / Notícias / Mundo / Satélite identifica 122 novos objetos que podem ser do voo da Malásia

Satélite identifica 122 novos objetos que podem ser do voo da Malásia

Satélite identifica 122 novos objetos que podem ser do voo da MalásiaDados enviados por um satélite identificaram 122 novos objetos que podem ser do avião desaparecido da Malaysia Airlines, de acordo com o ministro da Defesa e dos Transportes interino da Malásia, Hishammuddin Hussein, nesta quarta-feira (26). “É o principal vestígio que temos”, afirmou.

Hoje: Austrália diz ter avistado mais três objetos em buscas por avião desaparecido

Ontem: Parentes de passageiros de voo da Malásia entram em choque com a polícia

Hussein explicou que os objetos estavam a aproximadamente 2,5 mil km a sudoeste da Austrália. Nuvens dificultam o registro de novas imagens pelo satélite, mas dezenas de objetos podem ser vistos, com comprimentos que variam de 1 até 25 metros. O ministro disse também que alguns desses destroços “pareciam ser brilhantes, possivelmente indicando que são materiais sólidos”.

As imagens foram registradas no domingo (23) e retransmitidas pela empresa francesa Airbus Defence and Space, uma divisão da Airbus Grupo da Europa; seus negócios incluem a operação e comunicação por satélite.

Vários objetos flutuantes foram vistos por aviões e satélites ao longo da última semana, inclusive nesta quarta, quando a Autoridade de Segurança Marítima da Austrália avisou, por meio do Twitter, que mais três destroços foram avistados na região. A origem dos destroços ainda é incerta, já que os objetos podem ser de outro avião ou mesmo de um navio de carga.

Premiê da Malásia: Avião caiu no sul do Índico e não há sobreviventes

“Se for confirmado que os objetos são mesmo do MH370, ao menos passaremos para a próxima fase das buscas de vigilância em alto mar”, afirmou Hishammuddin.

As buscas foram retomadas nesta quarta depois que ventos fortes e ondas muito altas forçaram as equipes a fazer uma pausa na terça (25). Um total de 12 aviões e cinco navios dos Estados Unidos, China, Japão, Coreia do Sul, Austrália e Nova Zelândia participam da pesquisa, na esperança de encontrar uma única peça do jato a fim de oferecer uma evidência concreta do acidente aéreo e fornecer pistas para encontrar o restante dos destroços.

A Malásia anunciou na segunda-feira (24) que uma análise matemática dos sinais de satélite do avião mostrou que a aeronave, desaparecido desde o último dia 8 com 239 pessoas a bordo, havia caído no mar sem deixar sobreviventes. Apesar de os novos dados terem reduzido – e muito – a área de buscas, ela continua a ser enorme – estima-se que são 1,6 milhão de quilômetros quadrados, aproximadamente o tamanho do Alasca.

Último Segundo

Sobre Redação Clip PB

Fundado em Dezembro de 2013, o Portal Clip PB é uma revista eletrônica online sediada em Campina Grande (PB), e tem como principal objetivo manter os internautas paraibanos informados com as notícias do Estado primando sempre pela qualidade, rapidez e imparcialidade dos fatos.

Powered by keepvid themefull earn money

Redação Clip PB

Olá! Em que podemos te ajudar?

Olá! Em que podemos te ajudar?

ENTER para iniciar