Início / Notícias / Cidades / Chuva aumenta volume do açude de Boqueirão, mas racionamento continua

Chuva aumenta volume do açude de Boqueirão, mas racionamento continua

Com as primeiras chuvas registradas este ano no Cariri paraibano, o açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) apresentou um aumento de 12 centímetros em sua reserva, o suficiente para 15 dias de consumo, de acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). Através das águas recebidas dos rios Taperoá e Paraíba na última quinta-feira, ontem o volume do reservatório subiu de 88,209 milhões de metros cúbicos (21,4%) de sua capacidade, para 89,761 milhões de m³ (21,8%), o que corresponde a uma recarga de 1,5 milhão de metros cúbicos.

O volume recebido pelo manancial nesse período chuvoso foi maior do que a quantidade de água que deixou de ser retirada em quase dois meses de consumo, quando Campina Grande e outras 18 cidades passaram a adotar o racionamento. Com base no relatório divulgado pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), foram economizados 950 mil m³ de água com o racionamento.

Segundo o gerente regional da Cagepa, Simão Barbosa, conforme o relatório, esse valor seria capaz para atender cerca de 200 mil pessoas por 30 dias, o equivalente à população de quase todas as cidades abastecidas pelo açude de Boqueirão, com exceção de Campina Grande, Lagoa Seca e Sossego. Ainda assim, a saída de água do reservatório no segundo mês de racionamento foi menor do que a registrada nos primeiros 30 dias. Enquanto no primeiro mês a diminuição do consumo tinha sido de 18,5%, no segundo esse número caiu para 16%.

Mesmo com essa redução, o gerente regional da Cagepa, Simão Barbosa, está entusiasmado com os números e acredita que o racionamento, previsto para acabar em novembro deste ano, não passe do tempo estimado. “Nós reduzimos o consumo médio de água por habitante/dia que era de 150 litros para 120. Espero que não seja necessário estender o racionamento e que o açude de Boqueirão tenha uma recarga significativa. Os primeiros sinais do início do período chuvoso trazem uma expectativa positiva para nós”, comentou.

Mas a população como um todo precisa continuar economizando água, pois nas últimas medições feitas pela Aesa, dos oito principais açudes da Paraíba o único que teve aumento no volume de água foi o açude de Boqueirão. Os açudes de Acauã, Capoeira, Coremas, engenheiro Ávidos, Gramame, Lagoa do Arroz e são Gonçalo continuam a capacidade reduzida.

De acordo com as previsões meteorológicas, a estimativa é de que devam ocorrer chuvas nos próximos dias e que o volume de Boqueirão aumente ainda mais. O meteorologista Alexandre Magno, da Aesa, considera como relevante o volume de águas recebidas no manancial e aponta o seu crescente aumento.

“As chuvas estão dentro do esperado e vão continuar de maneira irregular. A tendência é que sejam elevados 2 cm a cada hora no açude de Boqueirão com as águas que estão chegando, o que é muito bom se levadas em consideração as proporções do reservatório”, destacou. (Especial para o JP)

Jornal da Paraíba

Sobre Redação Clip PB

Fundado em Dezembro de 2013, o Portal Clip PB é uma revista eletrônica online sediada em Campina Grande (PB), e tem como principal objetivo manter os internautas paraibanos informados com as notícias do Estado primando sempre pela qualidade, rapidez e imparcialidade dos fatos.

Verifique também

TRF4 mantém bloqueio de R$ 16 milhões de Lula no caso triplex

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), de Porto Alegre, negou nesta terça-feira, 28, …

Powered by keepvid themefull earn money

Redação Clip PB

Olá! Em que podemos te ajudar?

Olá! Em que podemos te ajudar?

ENTER para iniciar