Evento traz a João Pessoa espetáculos gratuitos de oito países

© Divulgação/Dudu Schnaider

© Correio da Paraíba

João Pessoa será invadida por bonecos de diversos tipos, formas e tamanhos, desde alguns feitos com palitos de dentes até gigantes de cinco metros. Não, não se trata de um enredo de filme distópico hollywoodiano, mas sim o Sesi Bonecos do Mundo.

João Pessoa já havia recebido a edição nacional do evento em 2004 e 2008, mas desta vez os paraibanos poderão desfrutar de uma programação que contará com grupos teatrais de oito países, além de outros oito estados do país.

Uma das atrações que está chamando bastante atenção do público, no entanto, é nacional: pela primeira vez, o Pato Fu apresenta seu Música de Brinquedo 2 ao vivo na cidade. Assim como na primeira edição do projeto, a tradicional e prestigiada companhia de teatro Giramundo divide o palco com os músicos mineiros, ajudando a contar uma história costurada por versões de canções populares nacionais e internacionais. O show é sábado, no Parque da Lagoa.

Exposição reúne 300 peças

A lista de brasileiros que se apresenta no evento, além de Pato Fu e Giramundo (que também trazem na bagagem do espetáculo Alice Live, que será apresentado domingo, no Parque da Lagoa), é composta pelas companhias Mosaico Cultural (RS), Trip (SC), Caixa de Imagens e Pia Fraus (SP). Mestres mamulengeiros vindos do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, de Pernambuco, do Distrito Federal e do Ceará complementam a trupe.

Três grupos internacionais se apresentam de terça a quinta, no Teatro Santa Roza (veja no quadro). As sessões são gratuitas, mas a capacidade é limitada, então ingressos serão distribuídos no local, a cada dia. Sábado e domingo, todos os grupos se apresentam em diversas atrações no Parque da Lagoa, com entrada livre. Aí, a estrutura do evento é composta por três palcos, um pavilhão de exposição, um tablado e até uma Kombi. Tudo gratuito.

Dentre as atrações, há desde espetáculos que valorizam a tradição nordestina, com a presença dos mamulengos, até a manipulação com fios e varas ou casos em que os personagens são partes do próprio corpo dos artistas.

“Toda a programação gira em torno da valorização e da referência à arte do teatro de bonecos. Nós estabelecemos conexões com outras artes, mas o centro de tudo é mesmo o trabalho com os bonecos”, destaca Lina Rosa Vieira, idealizadora e curadora do projeto, que está na estrada desde 2004. De lá para cá, marionetes de 20 países e 23 estados brasileiros já subiram aos palcos de todas as capitais, levando essa arte a mais de 2,3 milhões de pessoas.

Além das apresentações, o público também poderá contemplar uma exposição com quase 300 bonecos. Boa parte deles do acervo de Magda Modesto, umas das maiores pesquisadoras brasileiras sobre o tema. Também estarão expostas relíquias cedidas por mestres mamulengueiros do Nordeste.

Bonecos ‘atuam’ em obras clássicas

Uma peculiaridade desta edição do Sesi Bonecos do Mundo são algumas releituras bem peculiares de grandes clássicos da música e da literatura. Alice Live, uma parceria da banda Pato Fu e do grupo Giramundo, ambos de Minas Gerais, reimagina Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll.

Outro clássico que estará em cena é Aladim, o clássico que ficou famoso no mundo inteiro por conta da adaptação animada para os cinemas feita pela Disney. A encenação é dos tchecos The Forman Brothers’ Theatre, grupo criado pelos filhos do famoso diretor de cinema Miloš Forman (Amadeus, Hair), que morreu em abril. “É um espetáculo muito bonito. Transportamos uma tonelada e meia de equipamentos, que trouxemos por navio da República Tcheca até Fortaleza”, completa Lina Rosa.

Ainda nessa linha, os russos do Teatro Tenj & Puppentheaterkunstschutzverein trazem a sua visão da ópera Carmen, de Bizet. “É uma performance feita em uma kombi, em que o público assiste o roteiro da ópera ser encenado com bonecos feitos de palitinhos”, informa a idealizadora do evento.

Programação completa

TERÇA

(Teatro Santa Roza)

19h e 21h – Animação Suspensa (The Huber Marionettes, EUA)

QUARTA

(Teatro Santa Roza)

19h e 21h – Aladim (The Forman Brothers’ Theatre, República Tcheca)

QUINTA

(Teatro Santa Roza)

19h e 21h – Pequenos Contos (Hugo & Ines, Peru)

SÁBADO

(Parque da Lagoa)

16h30 – Torres Andantes (Giramundo, MG)

17h30 – Gigantes de Ar (Pia Fraus, SP)

Entre 17h30 e 20h30 – Mestres mamulegueiros (mestres de PB, PE, RN e SP); Travessia (Caixa de Imagens, SP); Ópera Carmen (Teatro Tenj & Puppentheater-klinsfschutzverein, Rússia)

17h30 e 18h30 – O Flautista de Hamelin (Trip, SC)

Entre 18h30 e 20h30 – A Velha (Bululu Teatro, Argentina)

18h30 – Pequenos Contos (Hugo & Ines, Peru)

19h30 – O Jogo do Tempo (David Zuazola, Chile)

19h30 – Aladim (The Forman Brothers’ Theatre, República Tcheca)

20h30 – Música de Brinquedo 2 (Pato Fu, MG)

DOMINGO

(Parque da Lagoa)

16h30 – Torres Andantes (Giramundo, MG)

17h30 – Cadê Meu Herói? (Sobrevento, SP)

Entre 17h30 e 20h30 – Mestres mamulegueiros (mestres de PB, PE, RN e SP); Corsários Inversos (Mosaico Cultural, RS); Ópera Carmen (Teatro Tenj & Puppentheater-klinsfsschutzverein, Rússia)

Entre 18h30 e 20h30 – A Velha (Bululu Teatro, Argentina)

18h30 – Animação Suspensa (The Huber Marionettes, EUA) 19h30 e 20h30 – O Jogo do Tempo (David Zuazola, Chile)

19h30 – Alice Live (Pato Fu e Giramundo, MG)

Teatro Santa Roza (Pça. Pedro Américo, Centro, JP)

Parque da Lagoa (Parque Sólon de Lucena, Centro, JP)

Redação Clip PB
O Portal de Notícias Mais Completo da Paraíba - Fundado em Dezembro de 2013, o Portal Clip PB é uma revista eletrônica online sediada em Campina Grande (PB), e tem como principal objetivo manter os internautas paraibanos informados com as notícias do Estado primando sempre pela qualidade, rapidez e imparcialidade dos fatos.