ManchetesParaíba

Paraíba começa a vacina contra gripe

© Foto: Nalva Figueiredo/Correio da Paraíba
Clip PB • A Notícia Em Sua Mão!

Correio da Paraíba

A 20ª Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe) foi iniciada ontem na Paraíba. As primeiras doses estão sendo direcionadas para trabalhadores da área de saúde. Ontem e hoje, acontece em João Pessoa a vacinação de funcionários dos hospitais de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, Samaritano, Clim, Napolelão Laureano e Hospital Universitário Lauro Wanderley.

A auxiliar administrativa do Hospital de Trauma, Mariana Farias, foi uma das primeiras a tomar a vacina na manhã de ontem. Ela contou que, por trabalhar no hospital, toma a vacina todos os anos.

“É muito importante porque, queira ou não, é uma doença que pode se tornar grave. Eu tenho um familiar que já teve H1N1, mas hoje está bem”, contou.

Já o funcionário de hotelaria do mesmo hospital, Marcos Alves, tomou a vacina pela primeira vez, já que é novo no trabalho. “Estou aqui há três meses. Antes eu não trabalhava em hospital e não tinha acesso à vacina, mas acho muito importante”, disse.

O Ministério da Saúde está enviando as doses da vacina de maneira fracionada, ao todo serão sete remessas durante os meses de abril, maio e junho. O público-alvo a ser vacinado durante toda a campanha é de aproximadamente 1.070.000 pessoas.

Casos na Paraíba. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), de 1º de janeiro a 20 de abril de 2018, foram notificados 51 casos para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e, destes, dois casos (4%) foram confirmados para Influenza Sazonal, sendo um para o agente etiológico Influenza A do subtipo H3 e outro para Influenza A do subtipo H1N1pdm09. Foi descartada a presença do vírus da Influenza em 33 casos (64%). Os demais seguem em investigação.

Há sete óbitos suspeitos de SRAG, sendo dois com identificação viral para Influenza A H3, em João Pessoa, e um com identificação por H1N1pdm09, em Cabedelo. Foram descartados quatro óbitos para Influenza e um segue em investigação.

A SES observa que, no entanto, as notificações realizadas por SRAG englobam um número maior de doenças respiratórias.

Dentre os casos internados em 2018 e notificados para SRAG, prevalecem as doenças cardiovasculares (29%), seguidas pelas doenças metabólicas por Diabetes Mellitus (25%), doença neurológica crônica (18%), e outras morbidades (10%).

Clip PB • A Notícia Em Sua Mão!
Redação Clip PB
O Portal de Notícias Mais Completo da Paraíba - Fundado em Dezembro de 2013, o Portal Clip PB é uma revista eletrônica online sediada em Campina Grande (PB), e tem como principal objetivo manter os internautas paraibanos informados com as notícias do Estado primando sempre pela qualidade, rapidez e imparcialidade dos fatos.