Início / Notícias / Economia / Pelo terceiro mês seguido calotes aumentam em João Pessoa

Pelo terceiro mês seguido calotes aumentam em João Pessoa

Seguindo o panorama dos últimos dois meses, a inadimplência em João Pessoa registrou novamente forte alta no mês de março com um aumento de 323,35% na comparação ao mesmo período do ano passado. O número de nomes incluídos no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) foi de 8.882 em março contra os 2.098 consumidores computados no ano passado. (Veja o quadro da evolução da inadimplência abaixo)

O presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado da Paraíba, Alexandre Moura, afirmou que o que mais está influenciando a permanência de forte alta do atraso de pagamento é a escalada da inflação ancorado pelo reajuste de alguns serviços, como, por exemplo, a energia elétrica e os combustíveis, que corroem o poder de compra da população.

“Isso começa a onerar o orçamento dos consumidores e eles vão cortando gastos de onde pode. Então acaba refletindo no cartão de crédito e nos pagamentos das prestações das lojas. Além da inflação oficial, podemos perceber que o reajuste nos preços dos produtos nos supermercados ainda é maior”.

As estimativas para os próximos meses, segundo Alexandre Moura, não são otimistas e os calotes no comércio devem continuar de forma mais acentuada. “O desemprego será o próximo fantasma na economia do país e isso vai chegar aqui na Paraíba. Neste primeiro semestre a situação será de aperto”, apontou.

Para Alexandre Moura, a situação econômica das famílias e do país só deve melhorar no último trimestre deste ano, período em que as medidas do governo devem surtir efeito. Com isso, a confiança no país deve melhorar, os investimentos podem aumentar e a economia poderá apresentar algum respiro”, avalia.

Reabilitação
Com banco mais ‘gordo’ de consumidores com dívidas atrasadas, houve um aumento forte também na reabilitação de crédito em João Pessoa. Em março, a quantidade de consumidores que recuperaram o crédito em João Pessoa subiu 493,21%, de acordo com o SPC. A exclusão de consumidores atingiu 6.733 em março, enquanto no ano passado no mesmo mês foi de 1.135 pessoas.

Segundo Alexandre Moura, para quitar os débitos, as famílias estão gastando dinheiro das reservas acumuladas. “Eles tiram dinheiro da poupança para comprar alguma coisa e aproveitam para quitar as dívidas. Mas um dia este recurso vai acabar”.

No primeiro trimestre
No acumulado do trimestre, houve uma expansão de 275,73% na lista de devedores na capital. Foram 24.231 pessoas com o nome sujo na praça este ano contra apenas 6.449 no mesmo período do ano passado.

Já as exclusões nos três meses cresceram menos (236,78%) na capital paraibana. Foram 14.091 registros retirados dos órgãos de proteção ao crédito este ano contra os 4.184 no ano passado. A diferença do primeiro trimestre entre pessoas que entraram no SPC e reabilitaram o crédito é de 10.140 consumidores, ou seja, esse é o número de pessoas na capital que ficou sem condições de comprar a prazo neste primeiro trimestre.

O diretor do SPC de João Pessoa, Lindembergh Vieira, declarou que o empréstimo a terceiro e a ação do avalista contribui para a inadimplência. “Os juros mais altos também dificultam o consumidor a pagarem suas dívidas”, lembrou.

Jornal da Paraíba

Sobre Redação Clip PB

Fundado em Dezembro de 2013, o Portal Clip PB é uma revista eletrônica online sediada em Campina Grande (PB), e tem como principal objetivo manter os internautas paraibanos informados com as notícias do Estado primando sempre pela qualidade, rapidez e imparcialidade dos fatos.

Verifique também

Deputados participam de entrega de reforma em escolas estaduais em João Pessoa

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia, participou nesta sexta-feira (10), da …

Powered by keepvid themefull earn money

Redação Clip PB

Olá! Em que podemos te ajudar?

Olá! Em que podemos te ajudar?

ENTER para iniciar