Início / Notícias / Ricardo Marcelo deixa a ALPB com 15,2 milhões em caixa e índice de pessoal em 1,43%

Ricardo Marcelo deixa a ALPB com 15,2 milhões em caixa e índice de pessoal em 1,43%

O deputado estadual, Ricardo Marcelo (PEN), fez uma prestação de contas das ações que realizou como presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Ele deixou R$ 1.496.866,56 milhão em caixa, além de R$ 13.784.484,57 aplicado no fundo de renda fixa. Esse montante seria destinado para a compra do terreno para a construção da nova sede do Poder Legislativo. Além disso, todos os servidores e fornecedores foram pagos.

Em relação ao funcionalismo da Assembleia, quando assumiu a presidência em março de 2010 Ricardo Marcelo encontrou 725 efetivos, 154 comissionados, 2.813 FC, totalizando 3.698. Agora, em janeiro deste ano ele entregou a Casa com 627 efetivos, 953 comissionados, acabou com a figura do FC, totalizando 1.580 servidores, o que significou uma redução de 69,72%. A despesa com pessoal ficou em 1,43%, bem abaixo do limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) de 1,81%.

Durante a sua passagem pelo Legislativo, Ricardo Marcelo deu um reajuste de 18% aos servidores e regulamentou o plano de saúde da categoria. Implantou o Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI) para que os servidores não tivessem perdas ao se aposentar e realizou um concurso público após 37 anos. Além disso, melhorou toda a estrutura física, garantindo melhor ambiente para que os funcionários trabalhassem e reformulou o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores efetivos.

Campanhas e ações – “Nos últimos anos a Assembleia Legislativa da Paraíba abriu as suas portas para o povo, ecoando os seus anseios, problemas, reivindicações e lutas. Fomos às ruas para expor dramas como o da seca, e do atendimento hospitalar, que resultaram no SOS Seca e no SOS Saúde. A Assembleia intermediou conflitos, ecoou reivindicações, denunciou omissões e aperfeiçoou projetos de lei, corrigindo distorções ou introduzindo justas e incontornáveis reivindicações da sociedade. Sem a Assembleia, muitas das conquistas sociais e políticas dos últimos anos não teriam acontecido”, destacou.

O Legislativo levou informações a milhares de paraibanos por meio de campanhas como Outubro Rosa, de Prevenção ao Câncer de Próstata e de conscientização do uso da água; audiências públicas e sessões. “Trabalhamos pela democratização das informações. Levamos a TV Assembleia para o canal aberto e reformulamos a sua programação; criamos um portal institucional, agência de notícias e portal da transparência; aplicativo para acompanhar a atuação dos parlamentares. Para estimular a divulgação das leis instituímos o prêmio de jornalismo da ALPB. Organizamos uma coletânea de leis estaduais e sua versão eletrônica, para divulgar a legislação”.

Educação – O Poder investiu em qualificação ao criar o Programa de Qualificação Continuada do Legislativo da Paraíba (Proquale), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, prefeituras, câmaras municipais, universidades públicas, Ministério Público e Tribunal de Contas. Realizou capacitações do programa Brasil Transparente para auxiliar Estados e municípios na implementação de medidas de governo transparente previstas na Lei de Acesso à Informação.

A Escola Infantil ganhou nova sede, novo projeto pedagógico, ampliação de 50% das vagas e a inserção da lousa digital, que facilita o aprendizado dos alunos. Hoje conta com biblioteca, aulas de música, inglês, judô, dança e psicomotricidade, e setor de saúde, com médico, odontólogo, fisioterapeuta, fonoaudiólogo e psicólogo. Ela é considerada referência no estado.

Memória – Outro avanço para preservação da memória, foi a implantação do Memorial Parlamentar da Assembleia Legislativa da Paraíba, contando a história do Poder Legislativo por meio de um acervo de fotos, documentos, e utensílios. Também foi editado o livro álbum Parlamento: uma breve história do legislativo paraibano.

Procon – Durante a gestão de Ricardo Marcelo foi criado mais um instrumento importante de atendimento à população: o Procon Legislativo. De fevereiro a dezembro de 2014, o Procon da ALPB atendeu a cerca de 800 consumidores. 52% das demandas foram encaminhadas às audiências de conciliação. Dos atendimentos que são transformados em reclamação, 73% terminaram em acordo.

O órgão de Defesa e Proteção do Consumidor, com sede foi criado através do Projeto de Resolução 55/2012, de autoria da Mesa Diretora do Poder Legislativo, com o objetivo de analisar e apurar denúncias apresentadas pela população, assim como fiscalizar as relações de consumo para que sejam aplicadas as penalidades administrativas.

Redação com ASCOM

Sobre Redação Clip PB

Fundado em Dezembro de 2013, o Portal Clip PB é uma revista eletrônica online sediada em Campina Grande (PB), e tem como principal objetivo manter os internautas paraibanos informados com as notícias do Estado primando sempre pela qualidade, rapidez e imparcialidade dos fatos.

Verifique também

Deputados participam de autorização de obras na cidade de Rio Tinto

O presidente da Assembléia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia, participou, ao lado do governador Ricardo …

Powered by keepvid themefull earn money

Redação Clip PB

Olá! Em que podemos te ajudar?

Olá! Em que podemos te ajudar?

ENTER para iniciar